Razões Femininas

Envelhecimento – a mudança está em suas mãos

Por: |
envelhecimento-pele-mudanças

Envelhecer é um processo natural e inevitável, essa seja talvez uma dura verdade para algumas pessoas, e não tão dolorosa para outras. Isso é apenas uma questão de ponto de vista, de questões pessoais e até mesmo emocionais e devem ser respeitadas.

Para mim o envelhecimento nunca foi encarado de uma forma muito simples, manter o viço e a tonicidade de uma pele mais jovem sempre foram buscas incansáveis, muito embora eu tenha a consciência que o tempo é implacável, porque todos nós vamos ficar velhos. Isso é fato!

envelhecimento-pele-

Fonte: Pinterest

Não que a chamada terceira idade não tenha sua beleza, claro que tem, há mais maturidade, independência pessoal, flexibilidade em saber lidar com certas situações da vida, mas também uma busca por mais recursos estéticos para manter uma aparência mais jovial e alegre.

Isso mesmo, a terceira idade de hoje, está muito longe do conceito de décadas passadas onde as idosas eram vistas como vovozinhas. Elas não deixaram de lado o prazer da beleza, dos cuidados pessoais e de sua autoestima, e isso é com certeza uma mudança de valores.

Os tempos são outros, e que venham esses novos tempos, porque nada melhor para revitalizar a alma que continuar cuidando de nós mesmos, independente da idade!

Acho fantástica essa mudança de visão diante da vida, porque seja for qual a idade não devemos perder a vaidade, o amor pelo nosso corpo e a alegria de queremos ser sempre jovens. Isso é que vai nos proporcionar mais saúde, mais felicidade e longevidade.

envelhecimento-idosa-nova- visão

Fonte: Pinterest

Mesmo diante da certeza de que o tempo não para, eu nunca desanimei em lutar para prolongar a jovialidade, afinal estamos na era anti-aging e com os avanços da medicina, com cuidados diários e disciplina podemos sim, retardar os efeitos do envelhecimento fazendo o nosso relógio andar mais devagar.

Manter uma pele viçosa, cabelos brilhantes, uma memória mais ativa e evitar o aparecimento precoce de inúmeras doenças, não é uma tarefa fácil, mas também não é algo impossível de ser conquistado. Tudo vai depender de uma rotina de cuidados que devem fazer parte do cotidiano, e como disse muita disciplina.

Porque envelhecemos? Essa é uma pergunta que precisa ser esclarecida, porque envelhecer não é somente a soma de números a nossa idade. Uma pessoa pode ter 55 anos e não ter sofrido todo o processo de envelhecimento celular condizente com sua idade, seja por questões genéticas, seja por cuidados diários mantidos ao longo de sua vida.

Em nosso dia a dia estamos sujeitos constantemente à ação dos chamados radicais livres, que nada mais são que moléculas em desequilíbrio no nosso organismo, que atacam o DNA celular através de um processo chamado estresse oxidativo. Com isso, há uma aceleração do envelhecimento precoce da célula e o surgimento de várias doenças.

Quando ocorre envelhecimento?

O nosso envelhecimento pode ocorrer em vários estágios de nossas vidas, independente da idade. Ele pode ser mais rápido ou mais lento dependendo do estilo de vida que levamos, já que a ação dos radicais livres está diretamente ligada aos nossos hábitos alimentares, ansiedade, exposição solar sem proteção, excesso de trabalho, noites mal dormidas, obesidade, cigarro e o por aí vai.

Podemos concluir que nosso estilo de vida influencia e muito no processo do estresse oxidativo, e assim no envelhecimento precoce. É uma via de mão dupla, quanto pior o modo de vida, mas precocemente vamos envelhecer, já que as células são bombardeadas pela ação dos radicais livres.

E quando começamos a envelhecer? Começamos o processo de envelhecimento quando o ritmo de renovação celular diminui, e isso pode ocorrer no início da fase adulta, em torno dos 25 anos, só que os efeitos externos ainda não são perceptíveis.

Sabe aquela hora que olhamos no espelho e notamos as rugas, uma pele mais seca, e talvez até mais flácida? A gente acha que aconteceu do dia para a noite, mas não, essas mudanças na pele vêm ocorrendo lentamente ano após ano devido ao processo de lentidão da renovação celular. E com ele há um enorme prejuízo para nosso colágeno e elastina, grandes responsáveis por manterem uma pele jovem e elástica.

 

envelhecimento-rugas-flacidez-

Fonte: Pinterest

Claro que o fator genético conta e muito, mas o controle da nossa aparência está em nossas mãos, e isso depende de mudanças de hábitos, e essas mudanças só dependem de nós mesmos para revertermos os estragos que o tempo causou em nossa pele.

Acredito que podemos ter uma aparência mais jovem, sentirmos revitalizadas com certas mudanças que no final contribuíram para o bem estar do nosso organismo como um todo.

Não tenho em momento algum a pretensão de ser modelo para ninguém, mas fiz uma faxina há alguns anos em velhos hábitos, e acho que tive resultados satisfatórios em minha pele, apesar de ter problema de melasma que controlo com visitas constantes à minha dermatologista.

É fundamental ter bons hábitos:

Então posso afirmar que é possível sim retardar os efeitos do envelhecimento, e revitalizar a aparência dos danos causados pelo envelhecimento precoce.

Beba muita água ela elimina as toxinas do organismo, e ajuda a manter a pele hidratada. Durma pelo menos oito horas de sono por noite, já que durante este período a pele está no seu pico de renovação celular.

Use filtro solar sempre, até mesmo quando estiver em frente ao computador, e reponha a cada duas horas com isso evitará o surgimento de manchas na pele.

Nunca durma com maquiagem por mais cansada que esteja, já que com ela vêm todas as sujeiras acumuladas durante o dia.

Alimente-se bem, dando preferência para alimentos frescos e coloridos. Faça exercícios físicos. Evite fazer uso abusivo de bebida alcoólica porque desidrata a pele e causa o seu envelhecimento precoce.

alimentos-frescos-coloridos-combate- envelhecimento

Fonte: Pixabay

Não fume, o cigarro causa destruição do colágeno e da elastina, além de deixar a pele com a aparência mais amarelada.

Limpe diariamente sua pele com um sabonete específico para o seu tipo de pele, faça uso de tônico facial, use hidratante e um bom creme antioxidante.

Faça tratamentos dermatológicos, procure com a orientação médica utilizar antioxidantes, já que depois dos trinta anos de idade é importante o seu uso para combater os efeitos nocivos dos radicais livres.

E faça do dermatologista o melhor amigo de sua pele.


Comentários


Assine nossa Newsletter


Faça parte do nosso seleto grupo, e receba todas as novidades!